domingo, 26 de dezembro de 2010

Desafios da Lua





Mais uma vez a Lua
Desafia meu olhar

Um eco destila meu pensamento no vazio

A saudade desata as cordas
Da voz que canta meu nome
Da pele que me aquece
Do aperto que me liberta

Tudo tão distante...

Essa Lua! Ah, essa Lua!
Desafia minha reação

A Lua que com sua luz me persegue
Desafia minha resistência
Minha desistência
Minha abstinência

Angustia e me acorda
Não basta

Meu bem!
Estou assim
Dá um fim


Márcio Luiz Soares

* * *
Foto de Hélio Borges Mattos (maio/2009)

3 comentários:

Sonia Falcão disse...

Muito bom!! Parabéns Marcio!

Margô disse...

Linda poesia! Inspirado pela Lua?

Posso copiar e guardar nos meus arquivos?

Beijo

Simone disse...

Lindo!Quero escrever como vc um dia!bjs