domingo, 29 de março de 2009

Ela está em toda parte





Morpheus: Eu imagino que, neste momento, você deva estar se sentindo como Alice. Humm? Despencando pela toca do coelho?
Neo: Por aí...
Morpheus: Eu vejo em seus olhos. Você tem o olhar de um homem que aceita o que vê porque está esperando acordar. Ironicamente, isso não está longe da verdade. Você acredita em seu destino, Neo?
Neo: Não.
Morpheus: Por que não?
Neo: Eu não gosto da idéia de que eu não controlo minha vida.
Morpheus: Eu sei exatamente o que você quer dizer. Deixe-me dizer por que você está aqui. Você está aqui porque sabe de algo. O que você sabe, não consegue explicar, mas você pode sentir. Você sentiu sua vida inteira, que algo está errado com o mundo. Você não sabe o que é, mas está lá, como uma farpa em sua mente, te deixando louco. Foi essa sensação que o trouxe até mim. Você sabe do que eu estou falando?
Neo: Matrix.
Morpheus: Você quer saber o que é?
Neo: Sim.
Morpheus: Matrix está em toda parte. Ao nosso redor. Mesmo agora, nesta sala. Você pode vê-la quando olhar por sua janela ou quando você liga a TV. Você a sente quando vai trabalhar... Quando vai à igreja... Quando paga seus impostos. É o mundo posto ante seus olhos para cegá-lo da verdade.
Neo: Que verdade?
Morpheus: Que você é um escravo, Neo. Como todo mundo, você nasceu em cativeiro. Em uma prisão que você não pode provar ou enxergar ou tocar. Uma prisão para sua mente... Infelizmente, é impossível dizer a alguém o que é Matrix. Você tem de ver com seus próprios olhos.

* * *

Este ano, o filme Matrix está completando dez anos. Um filme que, para mim, revolucionou o cinema. Extraiu conceitos filosóficos de diversas fontes e os reuniu de maneira inovadora. Sem falar do abuso tecnológico. Um show de imagens.

Me lembro que na época estava ansioso por uma novidade impactante no mundo da ficção científica, e o filme correspondeu às minhas expectativas. Induzido pelo filme, saí do cinema refletindo sobre alguns questionamentos e acabei desejando tomar a pílula vermelha. Para quem não sabe ou não lembra: a pílula vermelha provocava a descoberta da verdade e a azul para voltar a viver na Matrix (uma falsa realidade).

Mas será que não tomamos as pílulas vermelhas e azuis o tempo todo? Quando se deve tomar uma delas? Para alguns as vermelhas devem continuar escondidas no fundo da gaveta. Para outros, só existem as azuis.

5 comentários:

.:Eglezita:. disse...

Com certeza, Márcio, diariamente escolhemos que pílula tomar. Quando ignoramos a Hora do Planeta, por exemplo! Ótima lembraça desse filme. Assistirei novamente.
Abraços, sabor saudade!

Luna disse...

Eu prefiro viver na realidade.
Eu prefiro e preciso saber que o que me rodeia é de verdade. Que tenho libertade de escolher, ainda que erre, näo importa, eu torno a começar...
Eu gosto de sonhar, mas os meus sonhos, säo o projeto das minhas realidades.
Eu näo preiso efectos especiáis e impactantes, säo os côres dos campos em flor, o rainbow,raios nas tempestades, trovões, a chuva, a neve, o vento, o mar agitado, a noite escura, o céu azul, o sol radiante, o perfume da terra molhada, das flores.
A minha capacidade para ver, escutar e sentir tudo isso...
Me conformo.
Näo peço mais.
Um beijo muito grande, Márcio.

Ana Luisa disse...

Na mesma época do filme, eu cursava a faculdade de filosofia e tinha um professor que dizia que algumas pessoas tomam a pílula roxa (mistura de azul com vermelha), pois não queriam sair do mundo da fantasia que era ao mesmo tempo o mundo real. Coisa de doido! rs Tivemos alguns dabates interessantes por causa de Matrix.
Eu procuro sonhar acordada e fazer destes sonhos a minha realidade. Se tivesse que tomar alguma pilula para cair na real, o tombo não seria grande.
Gostei da postagem: instigante.
Beijos

Anônimo disse...

eu quero as duas!! hehehe brincadeira. já chega o duro choque da realidade, q entra de sola, não dando chance nem de absorver direito e saber o se deve fazer. se tomasse droga pra sair da real, teria q ser definitivo...
bjinhos
samantha

Marcello disse...

cara, nem lembrava disso! e vc sabe como sou fissurado nesse filme ou na trilogia. vou dizer uma coisa, tem hora q só tomando a pílula azul mesmo!! rs abraços