quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Struck




Minha amiga Rosângela Araújo teve a feliz ideia de me enviar um link muito interessante, que dá acesso ao curta-metragem Struck The Film. Vi no site oficial que ele ganhou diversos prêmios. Merecidamente, diga-se de passagem.

Joel, o personagem principal, é flechado no peito e aparentemente não tem como retirar a flecha. Ele tenta levar uma vida normal, apesar de poucos aceitarem o que lhe aconteceu – inclusive suas possíveis pretendentes. Aos poucos, ele aprende a lidar não somente com a presença da flecha em seu corpo, mas com sua dolorosa solidão. Um filme deliciosamente metafórico e muito poético, que além de engraçado é capaz de inspirar corações. Principalmente de quem já sabe o que uma flechada desse tipo pode causar.

São sete preciosos minutos que você não vai desperdiçar ao assistir. E atenção: continue assistindo após os créditos finais. Tentei postar aqui a versão com som original, mas não consegui. Para tentar deixar registrado (caso algum dia o site oficial do curta fique indisponível), baixei uma versão que ainda está no Youtube. De qualquer forma, recomendo que você não deixe de assistir a versão original no site:
http://www.struckthefilm.com/

Divirta-se e emocione-se.

video

5 comentários:

Marcello disse...

muito bom!! sensacional! primeiro vi a versão do site e gostei mais do som original. mas tbem gostei da música de fundo da outra versão. é interessante como vale a pena esperar pela nossa cara metade, sem pressa, sem atropelos e precipitações. valeu! abraços

rooaraujo disse...

Às vezes acerto na escolha!!!(rs)Como sou romântica, confesso que adorei esta. Como o Marcello falou, encontrar nossa cara metade é uma eterna busca. Ah! Márcio, mas por garantia, será que poderia me emprestar aquele seu guarda-chuva gigante (poderoso)? Preciso me proteger, vai que aquele cupido anda rondando por estas bandas... e, ainda, o meu "inferno astral" se aproximando, é tudo que não preciso, cierto? kkk Empresta, vai???? Bjs, Rô

Ana Luisa disse...

Exatamente como você colocou: delicioso!! Quero ser flechada também!! rs Com tantas decepções em nossas vidas, tenho uma dúvida: quantas flechadas nós temos direito? Ou quando recebemos a primeira, se trata de um engano? Ou não há limite? Como diria você, think about it. rs
Beijos

Sérgio disse...

Simplesmente fantástico! Que maravilha de curta! Você ilustrou bem sobre a metáfora contida na fita, sempre presente nos filmes de qualidade, é de deixar um cinéfilo como eu maluco! Parabéns para a sua amiga por ter enviado a mensagem e para você, por nos presentear com essa bela fábula. Abraços

Samantha disse...

meu querido! fiquei encantada!! q história linda! e o final é delicioso! o filme todo é delicioso! gostei das duas versões, viu? a música da versão q q vc baixou é muito legal, combinou tbem. q bom q temos vc pra compartilhar essas coisas legais com a gente!!!! tudo q vc coloca aqui é de apreciar e gostar e tbem refletir. valeu! beijão