segunda-feira, 16 de junho de 2008

Síndrome do pânico


Idéias desembestadas, tropa sem controle,

ovelha sem pastor;
Criatório de moscas, amontoado de lixo,
excremento sem valor;
Fuga da coragem, leão de gelatina,
chuchu incolor;
Olhos arregalados, suor gelado,
medo, pavor;
Drama de minuto, sensação de eternidade,
forte calor;
Nem um minuto a mais, já é tarde.
O que se passou?


Paula Dórica

[Mais uma fantástica colaboração da Paula. Já tem cadeira cativa por aqui! rs]

3 comentários:

Ana Luisa disse...

Que aflição! Tenho certeza de que é por aí mesmo! Gostei desse também. Parabenize a Paula Dórica.

Marcello disse...

muito boa! nos deu uma noção boa do problema q aflige muita gente por aí! valeu!

Sérgio disse...

Gostei. Eu li uma vez, achei simpática. Depois li mais uma vez e achei sensacional. Muita interessante, parando pra pensar é por aí mesmo. Abraços